Fernanda Goucher

Meu universo em arte

Textos



( Foto tirada do Google )

Falsidade

Na sua busca sem sentido, o ser se ofusca.
Em sua inconsequência se vende e mente.
Seu carácter duvidoso, já visto por todos,
é a prova de sua fraqueza, e desequilíbrio.

Não adianta tentar enganar com palavras,
se cospe o desrespeito com as suas ações.
Coisas materiais se vão, mas o amor não!
O ser materialista evapora com a matéria.

Pobre deste ser, que só engana a si mesmo,
que compra amizades com o seu dinheiro,
mas que não pode virar as costas por medo.

Um dia sempre a casa cai! Ditado popular!
E tenho certeza que quando olha no espelho,
este ser vê! A tristeza do seu pobre espírito!
Fernanda Goucher
Enviado por Fernanda Goucher em 28/03/2017
Alterado em 12/04/2018
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras