Fernanda Goucher

Meu universo em arte

Textos



Dois loucos


Distante dos olhos, dois seres, dois loucos,
misturam as palavras, dando gargalhadas.
Gesticulam exaltados, movimentos doidos,
com seus braços estendidos e mãos agitadas.

Parecem crianças, sem mesuras, sorridentes,
sem frescuras, nos seus ímpetos cotidianos.
Suas alegrias e suas tristezas, contagiantes,
demasiadas por vezes, resultando em danos.

Num momento, total felicidade estampada,
no outro, lágrimas que escorrem de tristeza.
A euforia e a depressão constantes na vida,
de dois loucos que compartilham, sua pureza.
Fernanda Goucher
Enviado por Fernanda Goucher em 10/02/2017
Alterado em 14/04/2018
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras