Fernanda Goucher

Meu universo em arte

Áudios

MEU QUERIDO IRMÃO
Data: 11/09/2014
Créditos:
Autoria: Fernanda Goucher
Narração: Fernanda Goucher (2014)
Música: Somewhere in time ( Piano instrumental )
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Meu querido irmão

Olho o horizonte que parece mais distante,
pela dor que sinto, pela sua partida brusca.
Da minha vida estará para sempre ausente,
restando as boas lembranças, como ajuda.

Numa madrugada comum sua vida acabou,
com crueldade, por seres inúteis, inferiores.
De muita fé preciso, agora que você se foi,
para confortar-me, aliviando minhas dores.

Dores pela revolta, pela perda sem sentido,
que fez de um dia de sol, um dia de trevas.
Fazendo-me chorar quando olho seu retrato.
Sua voz foi calada, dissiparam suas palavras!

Foram eles, vermes com as vestes humanas,
que fazem do lindo mundo que Deus criou,
um pesadelo cruel, por suas vidas profanas,
pela ganância, pelas drogas que os possuiu.

Tiram vidas, destroem castelos construídos,
com trabalho árduo, dedicado de uma vida.
Espíritos cruéis, que precisam ser banidos,
poluem nosso ar, com maldades descabidas.

Meu irmão! Nada lhe trará de volta, eu sei!
Mas justiça será feita, pela sua precoce ida,
pois ainda acredito que será cumprida a lei,
de fazer pagar, o causador de tamanha ferida.

Quero acreditar que está agora livre e feliz,
num mundo sem maldade e cheio de cores.
Quero que tenhas aí, tudo que sempre quis,
que o faça sorrir, como antes dos dissabores.

Quero também lhe dizer! Que muito te amo,
que sempre te amarei! Meu querido irmão.
Sei que sabia, pois lhe dei o meu carinho,
e para sempre! Lhe manterei em meu coração.

( Meu irmão Ricardo de Paiva Monteiro, foi brutalmente assassinado no dia 19/06/2014, em Teresópolis-RJ )
Enviado por Fernanda Goucher em 17/07/2014

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras